Etiquetas

, , , ,

Uma das apresentações mais tradicionais da festa, o Boi de Mamão, diverte os pequenos e faz gente grande relembrar a infância. Alguns dados históricos apontam que a apresentação folclórica chega ao estado catarinense com José Boiteux, que chegou à Santa Catarina com a Guerra do Paraguai, por volta de 1860 trazido por soldados, vindos do Norte do país para participar da batalha. Junto com o desejo de vitória trouxeram a brincadeira do Boi de Mamão. Aqui, ela ganhou nova roupagem.

O nome vem do costume de utilizar um mamão verde para confeccionar a cabeça do boi. Já a história do enredo é um pouco mais longa, se passa ainda no Brasil colonial. A esposa de latifundiário havia engravidado e sentiu o desejo de comer língua de boi, porém, ela foi mais exigente e enfática, queria a língua do boi mais bonito da fazenda. O marido cede ao pedido da esposa, mas o boi adoece após perder a língua. O fazendeiro, descontente com o que via, chamou o médico local para reanimar o bicho.

Na brincadeira do Boi de Mamão ainda aparecem o urubu, personagem da dança que tenta comer o boi, mas não consegue, pois ele ainda está vivo. Na sequencia surgem outros personagens, como o Cavalo Meirinho, que afasta o urubu do boi. Na lista de personagens ainda aparecem a Maricota e a Bernúncia, figura criada no interior de Itajaí e incorporada ao Boi de Mamão.

A dança aguça a criatividade de quem a representa e na Marejada ela é atração mais que especial. A primeira apresentação de Boi de Mamão desse ano será no dia 12 de outubro, no Palco Gastronomia às 14h45min com o Grupo Tradição do Limoeiro. Mas enquanto este dia não chega vamos matar a saudade de uma das apresentações realizadas no ano passado?

 

Anúncios