Etiquetas

, , ,

Você já deve ter observado como são lindos os vestidos das realezas da 25ª Marejada. Mas além de beleza eles têm um significado que está diretamente ligado às tradições portuguesas. Vejam só:

 O vermelho usado pela Rainha tem como símbolo o Galo de Barcelos que faz parte de uma lenda muito conhecida. A população de Barcelos estava muito aflita com um crime que havia acontecido na região e ninguém sabia quem era o culpado. Um tempo depois um suspeito foi preso e condenado a forca. Ao ver o juiz que deu a sentença ele disse: “É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.” Não deu outra. Assim que o enforcaram o galo assado se levantou e cantou. Por sorte o homem, inocente, sobreviveu e mandou esculpir o “Cruzeiro do Senhor do Galo” em louvor à Virgem Maria e a São Tiago – monumento que se encontra no Museu Arqueológico de Barcelos.

 

 

O azul que veste a 1ª Princesa representa o mar e os pescados. Os portugueses são homens dos mares. Nas navegações que duravam, às vezes, mais de três meses eram necessários alimentos que não fossem perecíveis. Depois de apostar em vários tipos de peixes, os portugueses acharam na região próxima ao Pólo Norte o ideal para as longas travessias marítimas – foram eles os primeiros a pescar bacalhau na Terra Nova (Canadá). E este é ainda o peixe mais popular entre os portugueses.

 

O vestido amarelo é da 2ª Princesa e as flores foram escolhidas para estampar este traje, pois são bastante comuns em Portugal. No Arquipélagodos Açores a maior das ilhas que compõem o grupo é chamada Ilha das Flores. As ravinas e falésias são características do local. No vestido, as flores foram remodeladas e ganharam novas cores.

Anúncios